Notícias de Última Hora

PF transfere três acusados de hackear autoridades para presídios

A transferência dos presos é contestada pelos advogados. Apenas o hacker “Vermelho” permanece na Superintendência da PF em Brasília


Três dos quatro presos pela Polícia Federal (PF) sob acusação de invadir celulares de autoridades do Brasil foram transferidos para presídios.

O DJ Gustavo Henrique Elias Santos e o motorista Danilo Marques foram transferidos para a Papuda. Já Suelen Priscila de Oliveira, companheira de Gustavo, foi transferida para o presídio feminino Colmeia, em Brasília.

O único preso que continua na Superintendência da PF no Distrito Federal é Walter Delgatti Neto, que confessou ter hackeado contas de autoridades no Telegram, inclusive do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.


Os quatro acusados foram presos no dia 23 de julho na Operação Spoofing e tiveram as prisões temporárias convertidas em preventivas pelo magistrado Valisney Oliveira nesta quinta-feira (1º).

Fonte: Renova Mídia