Notícias de Última Hora

PSL encaminha expulsão de Alexandre Frota por sua abstenção na reforma da Previdência

Processo aberto pelo presidente Luciano Bivar já está em fase de instrução

Deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional do PSL - Foto: Luís Macedo/Agência Câmara
O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), rejeitou as representações da deputada Carla Zambelli e do senador Major Olímpio pedindo a expulsão do deputado Alexandre Frota porque o partido já examina representação idêntica, de autoria da própria presidência do partido.


A iniciativa de Bivar contra Alexandre Frota, já em fase de instrução, decorre da abstenção do deputado na votação em segundo turno da reforma da Previdência. É que o PSL fechou questão em em favor da proposta, o que na prática obrigava a todos os parlamentares a votarem segundo a orientação partidária.

Bivar, no entanto, fez questão de responder por escrito aos autores das representações, através de ofício explicando por que foram rejeitadas.

O deputado Alexandre Frota não parece muito preocupado com a ameaça de expulsão, até porque tem quem o queira: o presidente nacional do DEM, ACM Neto, prefeito de Salvador, já o convidou para ingressar no parido.


Briga paroquial

As representações de Zambelli e Olímpio também são motivadas por questões paroquiais em São Paulo, Estado pelo quais tanto os autores da representação quanto Frota foram eleitos.

Já havia outro pedido de expulsão de Frota apresentadas inclusive por Zambelli, que o acusou de “injúria e calúnia contra os membros do PSL paulista, difamação contra o Presidente da República Jair Bolsonaro, ao governo e aos filhos de Jair Bolsonaro e calúnia contra a autora.

Fonte: Diário do Poder