Notícias de Última Hora

Uma demonstração inequívoca de que “petismo” é uma doença e sofre o processo de “lavagem cerebral”


Sete dos onze ministros do STF foram indicados pelo PT. O Presidente da OAB é petista. Os defensores de Lula fazem parte do “Olimpo” jurídico brasileiro, com honorários milionários.

NENHUM DESTES encontrou NENHUM CRIME nos vazamentos do Intercept. Não encontraram sequer algo que servisse para colocar em xeque a atuação da Lava Jato e anular as sentenças de Moro.

A maior prova disso: O LULA CONTINUA PRESO.


Tudo não passou de um golpe midiático, engendrado por um blog militante, para manipular a opinião pública. Nada além. O único “flagrante” foi o de um juiz conversando com o MP sobre prender bandidos.

Não existe qualquer indicativo de “fabricação” de provas. Longe disso. Anormal seria se os membros de uma Força-Tarefa NÃO conversassem.



Aí temos que ouvir do Pablo, 30 anos, universitário, cursando o 21º período de Ciências Sociais, que: SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO, Moro é um CRIMINOSO.

O cara não sabe nem qual é o código jurídico que trata dos crimes; forma sua opinião política com lavagem cerebral de professor maconheiro, leitura de Carta Capital e Blog do Sakamoto; mas consegue identificar um crime que a elite dos operadores do direito não conseguiu.

Eu queria saber quando vão incluir o petismo no CID10.

Só pode ser doença. Não tem outra explicação.