Notícias de Última Hora

Agentes penitenciários são presos por facilitar massacre no presidio de Altamira

A Polícia Civil do Estado do Pará, prendeu nesta terça-feira, 3, dois agentes prisionais suspeitos de facilitar as ações que levaram à rebelião no presídio de Altamira, pouco mais de um mês atrás, deixando quase 58 mortos.


Willian Costa da Silva e Diego Leonel foram feitos refém por detentos no dia da rebelião. Eles foram presos suspeitos de terem tomado condutas erradas na ação que culminou na chacina.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

As duas prisões fazem parte da operação da Polícia Civil que iniciou desde no dia 29 de julho, dia do confronto entre as facções. Os dois agentes eram servidores temporários da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará – Susipe.

As investigações apontaram erros nas
 condutas como servidores penitenciários, assumindo risco das ocorrências registradas dentro do CRRA.

A operação é a segunda fase das investigações sobre a rebelião ocorrida na casa penal, no primeiro inquérito apurou as condutas dos internos rebelados, sendo finalizado com o indiciamento de 84 internos, os quais diretamente estiveram ligados à organização criminosa que liderou o motim e as mortes ocorridas.


Com informações de Denilton Resque, Confirma Notícia