Notícias de Última Hora

Augusto Aras se comprometeu com carta elaborada por evangélicos

Anajure propôs valores cristãos em carta ao indicado para PGR

Augusto Aras (Foto: Roberto Jayme / TSE)
Indicado para assumir a Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras foi o único dos candidatos ao cargo que se comprometeu com valores cristãos previstos em carta elaborada pela Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure).

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

No documento, de dez páginas, alguns valores cristãos são registrados, com temas como liberdade religiosa, sexualidade, aborto, gênero, conceito de família, acolhimento de refugiados, ensino confessional, repressão à corrupção e separação dos Poderes.



Aras teria se declarado conservador, segundo o Estado de São Paulo, acolhendo as diretrizes apresentadas pela carta da associação cristã, que defendia itens como a manutenção dos símbolos religiosos em repartições públicas, monumentos públicos com conotação religiosa, feriados religiosos e a menção a “Deus” na Constituição.

O documento também critica o ativismo judicial e a usurpação de competência por parte do Judiciário, apontando que o Ministério Público deve ter sua atuação limitada Às funções institucionais.