Notícias de Última Hora

Embraer entrega primeiras unidades do novo jato comercial, o E195-E2

Essa é a maior aeronave comercial que a empresa brasileira já produziu

Embraer E195-E2. Fotos: Embraer/Divulgação
A Embraer entrega a mais nova aeronave da família E-Jats E2 de jatos comerciais, o E195-E2. Os aviões foram encomendados pela Azul Linhas Aéreas e pela AerCap, maior companhia de arrendamento de aeronaves do mundo.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

O E195-E2 é o maior avião comercial que a Embraer já produziu. A Azul, que utiliza outros jatos da empresa brasileira, solicitou 51 aeronaves da nova linha. Seis delas serão entregues neste ano. A Cia aérea utilizará o jato na configuração de classe única, com 136 assentos.


O E195-E2 recebeu, em abril, o Certificado de Tipo de três órgãos regulatórios: a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Administração Federal de Aviação (Federal Aviation Administration – FAA) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency – EASA).

Segundo a empresa, testes em voos confirmaram que a aeronave é ainda melhor do que a especificação original. O consumo de combustível é 1,4% menor do que o esperado, chegando a 25,4% de economia por assento comparado com o E195 da primeira geração.

O E195-E2 é a maior aeronave comercial fabricada no Brasil
Já os custos de manutenção, são 20% menores e o E195-E2 é a aeronave mais ambientalmente amigável da categoria, operando com o menor nível de emissões e de ruído externo. A margem cumulativa para o limite de ruído ICAO Stage IV varia de 19 a 20 EPNdB.

Assim como o E190-E2, o E195-E2 também possui os intervalos de manutenção mais longos no mercado de aeronaves com corredor único, com 10 mil horas de voo para atividades básicas de manutenção e sem limite de calendário para operações típicas do E-Jet.


De acordo com a Embraer, isso significa 15 dias a mais para a utilização da aeronave em um período de dez anos, comparado à atual geração de E-Jets. Em relação com a primeira geração do E195, 75% dos sistemas da E2 são novos.

Os motores de alto desempenho, as asas fly-by-wire e o trem de pouso são completamente novos. Além disso, o E195-E2 tem três fileiras adicionais de assentos. A cabine pode ser configurada com 120 assentos em duas classes ou até 146 em classe única.

Fonte: Diário do Poder