Notícias de Última Hora

Greenwald teria conversado com envolvido em ataque hacker

O diálogo reforça a suspeita de que o hacker “Vermelho” não agiu sozinho, como ele mesmo afirmou em depoimentos anteriores


O militante norte-americano, Glenn Greenwald, editor e cofundador do site panfletário Intercept, conversou com um membro do grupo hacker preso pela Polícia Federal (PF) na Operação Spoofing pelo roubo de menagens privadas de centenas de autoridades do Brasil.

Em matéria publicada na tarde desta segunda-feira (23) pela revista Crusoé, o jornalista Mateus Coutinho afirma que Greenwald tratou com os hackers sobre a estratégia de publicação do material roubado.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Novos elementos da investigação da PF apontam que Greenwald conversou com o estudante de direito Luiz Henrique Molição no dia 7 de junho de 2019, três dias após a notícia da tentativa de invasão do celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

A Crusoé teve acesso à transcrição de um trecho da conversa, encontrada no computador de Walter Delgatti Neto, o hacker conhecido como “Vermelho”, que confessou ter participado do ciberataque contra autoridades brasileiras.


Para os investigadores da PF, segundo a revista, o diálogo reforça a suspeita de que “Vermelho” não agiu sozinho, como ele mesmo afirmou em depoimentos anteriores.

O Antagonista publicou um print do diálogo divulgado pela revista Crusoé.

Confira abaixo:


Fonte: O Antagonista