Notícias de Última Hora

Privatização da Dataprev desperta interesse das empresas de tecnologia

Empresa pública é responsável por armazenar os dados de mais de 35 milhões de beneficiários do INSS, informações sobre impostos e contratos entre ministérios e empresas de TI


A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) pode ser o ativo mais valioso da privatização promovida pelo governo. A empresa pública é responsável por armazenar os dados de mais de 35 milhões de beneficiários do INSS e informações sobre impostos. Além disso, ela mantém diversos contratos com ministérios e órgãos públicos para prestação de serviços de tecnologia.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Por essas razões, a Dataprev poderia ser uma das empresas mais valiosas anunciadas pelo governo para privatização, já que, em essência, o que está sendo comercializado são dados. Estes devem interessar principalmente empresas de tecnologia, como IBM, Accenture e PwC.

Contudo, um ponto chave na discussão da privatização da Dataprev é a segurança de dados. Porém, alguns argumentam que mesmo como uma empresa pública, as vulnerabilidades no sistema já existem. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) quer que a Dataprev suspenda licitações até que a empresa resolva problemas relativos ao que descreveu como um "sistemático vazamento de dados" dos beneficiários do INSS.


A Dataprev, no entanto, respondeu que tem como pilar principal do seu serviço a segurança de dados e que usa "as melhores soluções de cibersegurança disponíveis no mercado, bem como profissionais capacitados e processos de governança estabelecidos".

O governo liberou no fim de agosto uma lista com 17 empresas que seriam privatizadas, apesar de não fornecer um cronograma específico. Entre elas estava a DataPrev, os Correios e o Porto de Santos. Segundo Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, a privatização da Petrobras também está sendo estudada.

Olhar Digital Via: Forbes