Notícias de Última Hora

Procurador que reclamou de salário recebeu cerca de R$ 60 mil por mês

Procurador que classificou salário de R$ 24 mil como “miserê” recebeu, em média, R$ 60 mil líquidos por mês


O procurador de Minas Gerais, Leonardo Azeredo, recebeu, em média, R$ 60 mil líquidos por mês em 2019. O valor soma salário, indenizações e outras remunerações.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Nesta segunda-feira (9), um áudio com a indignação do procurador com seu próprio salário se tornou público. Azeredo classificou como “miserê” um salário de R$ 24 mil.


As informações foram obtidas no Portal da Transparência do Ministério Público e divulgadas pelo site G1.


Estas verbas indenizatórias e outros “penduricalhos” que aumentam os salários de juízes, desembargadores, promotores e procuradores são praxe no Tribunal de Justiça de Minas Gerais e no Ministério Público de Minas Gerais.


com informações do site G1