Notícias de Última Hora

Suspeito é preso e confessa que matou jovem após ajudá-la a trocar pneu

O suspeito de sequestrar a estudante de fisioterapia Mariana Forti Bazza, 19 anos, foi preso em Itápolis, no interior de São Paulo, após confessar o crime. Rodrigo Pereira Alves, mais conhecido como Rodriguinho, 35 anos, estava escondido no telhado de uma construção de casa de parentes quando foi encontrado.

Crédito: Reprodução
Rodriguinho aparece em uma filmagem oferecendo ajuda a Mariana depois que ela notou que o pneu do carro estava murcho, ao sair de uma aula de crossfit na academia. Ela dirige o carro até dentro de uma chácara, onde Rodriguinho estava trabalhando ajudando a concluir um serviço de pintura. Depois disso, a jovem não foi mais vista.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

O suspeito já foi transferido para Bariri, onde aconteceu o sequestro. Ele indicou para a polícia o local onde estava o corpo dela, em uma estrada em Itápolis, a 60 km da cidade de Mariana.

Já o carro da jovem foi achado ontem à noite, com sinais de luta dentro. Cabelos, possivelmente da vítima, foram recolhidos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou a fazer uma busca detalhada na chácara. No local existe um sótão, um poço de cerca de 25 metros de profundidade e além disso há um córrego que passa ao fundo, o que deixa parte da área com difícil acesso. Foram feitas ao todo três buscas, mas assim que houve confirmação de que o corpo havia sido encontrado os trabalhos foram encerrados.

Rodriguinho estava preso até cerca de um mês atrás. Ele já tem passagens por furto, extorsão, tentativa de latrocínio contra uma policial, estupro e outros delitos. Dos seus 33 anos, passou 12 na prisão.


Fonte: Correio 24 Horas