Notícias de Última Hora

Tratamento inédito para esclerose múltipla é aprovado pela Anvisa

O Mavenclad, nome comercial da nova terapia, é indicado para pacientes com esclerose múltipla remitente-recorrente


Um novo tratamento para esclerose múltipla foi aprovado, nesta segunda-feira (9), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

A cladribina é o primeiro tratamento oral de curta duração e eficácia prolongada contra a doença.

O medicamento é administrado por no máximo 20 dias e seu efeito dura por quatro anos.



Funciona da seguinte forma: no início do tratamento, o paciente toma a dose recomendada por cinco dias. Um mês depois, repete a dose por mais cinco dias. No ano seguinte, o mesmo esquema é repetido e o efeito se prolonga por cerca de quatro anos.

A forma de administração da cladribina, contribui para a aderência do paciente ao tratamento e permite que ele leve uma vida normal.

Com informações da revista Veja