DESTAQUE I

EVENTOS - DIA DAS CRIANÇAS NA PRAIA NASCENTE DO SOL - VICINAL 13

DIA DAS CRIANÇAS NA PRAIA NASCENTE DO SOL - VICINAL 13 Assista também no YouTube: https://youtu.be/eN8n1AFFsDY

Posted by TV Cidade News on Sunday, October 13, 2019

Notícias de Última Hora

‘Esquece o PSL’, afirma Bolsonaro ao criticar Bivar, presidente de seu partido

Eleito pela sigla, presidente alertou a filiado que líder nacional do PSL está 'queimado'

Presidente da República Jair Bolsonaro, com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar. Foto: Divulgação/Assessoria
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu a um apoiador para esquecer o PSL e criticou o comandante nacional do partido, deputado Luciano Bivar (PE), que estaria “queimado para caramba”. “Esquece o PSL, esquece o PSL, tá ok?”, cochichou Bolsonaro no ouvido do apoiador que o esperava nesta terça-feira (8) na porta do Palácio da Alvorada para gravar um vídeo.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Um jovem se aproximou do presidente com um celular para fazer um vídeo e disse: “Eu sou do Recife, pré-candidato do PSL”. Bolsonaro pede então que ele esqueça a legenda, mas o apoiador insiste. “Eu, Bolsonaro e Bivar juntos por um novo Recife, aê!”, grita o jovem, enquanto registra a cena com um celular em posição de selfie.

Ao perceber que foi gravado, o presidente então pede que a imagem não seja divulgada. “Oh cara, não divulga isso não, pô. O cara tá queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido”, afirmou.

Em seguida, os apoiadores que cercavam o presidente recomendaram que o vídeo fosse apagado. Poucos segundos depois, o mesmo jovem refez o vídeo, suprimindo nome do presidente do PSL, Luciano Bivar, e do partido. “Viva o Recife, eu e Bolsonaro”, diz.


A fala do presidente na manhã desta terça contrasta com o discurso do governo sobre sua permanência no PSL.

O partido enfrenta uma crise desde que foi atingido por suspeitas de candidaturas de laranjas, caso revelado pela Folha de S.Paulo em fevereiro e que já resultou na queda do ex-chefe da Secretaria-Geral Gustavo Bebianno.Entre os suspeitos de irregularidades estão Bivar e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Com informações da Folhapress