Notícias de Última Hora

Juíza manda Ancine retomar edital de séries com temática LGBT

A juíza afirmou que a decisão do governo Bolsonaro traz indícios de discriminação


A portaria do Ministério da Cidadania que suspendia o edital de séries com temática LGBT foi derrubada, nesta segunda-feira (7), em decisão liminar, pela 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Na decisão, a juíza Laura Bastos Carvalho afirma que a posição do governo Jair Bolsonaro traz indícios de discriminação.

“A alegação de uma necessidade que, em uma primeira análise, é irrelevante para o prosseguimento do certame suspenso, traz indícios de que a discriminação alegada pelo Ministério Público Federal pode estar sendo praticada”, analisa a magistrada, segundo o site Congresso em Foco.

Cena do curta-metragem 'Afronte' d - Crédito: Divulgação
No mês de agosto, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, publicou uma portaria suspendendo o edital em “razão da necessidade de recompor os membros do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (CGFSA)”.


Na decisão, a magistrada afirma que as possíveis mudanças no CGFSA não teriam impacto no prosseguimento no edital.

A juíza cita ainda a necessidade de uma resposta rápida da Justiça ao caso. De acordo com ela, “os direitos fundamentais a liberdade de expressão, igualdade e não discriminação merecem a tutela do Poder Judiciário”.


Fonte: Renova Mídia