Notícias de Última Hora

Alcolumbre prejudica diplomacia brasileira, impedindo indicação de embaixadores

Ele não deixa tramitar as indicações e, quando isso acontece, acaba engavetando tudo

Davi Alcolumbre senta em cima de indicações de embaixadores para provar força
No exterior, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, adora o tapete vermelho dos diplomatas brasileiros, mas no Brasil ele os trata como inimigos, impedindo a tramitação de indicações de embaixadores. Nem sequer leu (é uma formalidade regimental), por exemplo, a indicação do diplomata Hermano Telles Ribeiro para a embaixada no Líbano, datada de 31 de julho. Alcolumbre estaria retaliando a recusa de sua indicação de um ex-ministro de Dilma (PT) para representar Bolsonaro na ONU.


Alcolumbre queria Mauro Vieira na ONU para retribuir rapapés em Nova York recebidos do embaixador, conhecido mestre da bajulação.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Durante todo o ano de 2019, até agora, só 29 embaixadores passaram pelo crivo do Senado. Foram 47 nos últimos seis meses de 2018.

Alcolumbre avisou que a indicação de Nestor Foster para Washington, nossa principal representação no exterior, só será lida em 2020.


Um dos mais limitados presidentes de sempre do Senado, Alcolumbre não diferencia um embaixador do chefe do Funrural no Amapá.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder