Notícias de Última Hora

Bolsonaro defende voto impresso após renúncia de Morales

“O voto impresso é sinal de clareza para o Brasil!”, afirmou o presidente Bolsonaro


O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, neste domingo (10), que as várias denúncias de fraude na eleição da Bolívia “culminaram na renúncia” do presidente Evo Morales.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Em postagem na rede social Twitter, Bolsonaro também voltou a defender o voto impresso, que foi um dos principais tópicos da sua campanha presidencial.



“A lição que fica para nós é a necessidade, em nome da democracia e transparência, contagem de votos que possam ser auditados. O VOTO IMPRESSO é sinal de clareza para o Brasil!”, acrescentou Bolsonaro.


A Organização dos Estados Americanos (OEA) divulgou hoje um relatório apontando diversas irregularidades no pleito de outubro.



De acordo com documento publicado pela Organização dos Estados Americanos (OEA), “é pouco provável”, que Morales tenha obtido, já no primeiro turno, o número de votos necessários para sua reeleição no pleito ocorrido em 20 de outubro.

“As manipulações do sistema de informática são de um nível tão alto que necessitam de uma investigação mais aprofundada por parte do Estado boliviano”, disse a OEA.

Fonte: Renova Mídia