Notícias de Última Hora

FIQUEM ATENTOS! O STF não está soltando milhares de bandidos. Está facilitando a formação de exércitos vermelhos


O prof. Olavo de Carvalho, na sua costumeira genialidade, já disse:

O STF não está soltando milhares de bandidos. Está facilitando a formação de exércitos vermelhos.


As recentes decisões do STF estão soltando chefes de todo tipo de quadrilha, incluindo os de facções criminosas e do tráfico de drogas. Esse pessoal tem muito dinheiro, armas poderosas e gente capaz de tudo. Foram beneficiados por muitos anos através do apoio e conivência de governos esquerdistas, com os quais mantinham acordos e lucros. Odeiam e temem o governo Bolsonaro.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Em paralelo acompanhamos o que vem ocorrendo nos países vizinhos e ainda terá a mudança de governo na Argentina, onde o caos certamente ocorrerá.

O Foro de São Paulo revive forte e buscará o Brasil, principal país do continente e fundamental para a implantação da pátria grande.


Temos dois canalhas estrategicamente soltos. O Chefe, com dinheiro e importante peça no esquenta político internacional (para os países e líderes do esquema globalista) e o José Dirceu, cérebro de todo o esquema estratégico de guerrilhas, rebeliões e ataques.

Temos incontáveis venezuelanos espalhados pelo país.

Está provada a presença das FARC, do Hezbollah e grupos mulçumanos no Brasil. Não se tem mais duvidas sobre isso. Quem assistiu a palestra do policial federal Daniel Thé, no Fórum dos Conservadores, em Recife, sabe do que falo.


Enquanto isso estamos vendo o governo Bolsonaro reerguendo o país, inflação historicamente baixa, recuperação da produção industrial, queda do desemprego, obras sendo feitas em todo o Brasil e, principalmente, focando o sofrido Nordeste, último reduto duro da esquerda retrógrada.

Semanalmente buscam criar escândalos e possibilidades que viabilizem um impedimento do presidente.

Não descansarão e usarão de todas as armas e artifícios para buscarem a retomada do poder, inclusive pela força, pois sabem que dificilmente ocorrerá pelas urnas (receio muito as eletrônicas).


Preocupa a euforia para a criação de um novo partido. Não sou contra. Aliás, não sou contra nada deste governo. Mas, o foco demasiado pode desviar a necessária atenção para o que gira no país e nos vizinhos. 

Principalmente porque sabemos que dificilmente o novo partido será legalizado para as eleições de 2020. Essas eleições serão fundamentais para a mudança de rumo que o país necessita. Prefeitos e vereadores são os políticos mais próximos e influenciadores da população.

Um fracasso pode propiciar tudo o que a esquerda mais quer, o poder.


Muitos candidatos da direita (é preciso identificar se são realmente ou se são oportunistas), podem ficar inviabilizados de concorrer. 

Atentemos que o governo tem várias propostas de reformas, destacando a tributária e a trabalhista, imprescindíveis para o desenvolvimento do Brasil. Dependerá de um congresso incerto, aproveitador e oportunista.


Certamente o canalha mor e a estratégia do José Dirceu, terão influencia nas armações que esse congresso buscará fazer. Principalmente com a base do governo fragmentada.


O governo tem que agilizar a limpeza nas áreas de educação e cultura, se aproximar diretamente das prefeituras, sem intermediação dos governadores, e, caso não legalize o Aliança pelo Brasil, ajudar na legalização de legendas de direita mais avançadas em seus processos de fundação, pois as eleições em 2020 são fundamentais.

Deus nos proteja e ilumine, nos dando sempre a inteligência de tomarmos as melhores decisões que o Brasil tanto necessita.

Por Alexandre Carvalho