Notícias de Última Hora

Novo Mais Médicos é aprovado na Câmara


Líderes partidários decidiram, em acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pautar a votação da medida provisória (MP 890/19) que cria o programa Médicos pelo Brasil, sucessor do Mais Médicos, que pretende levar profissionais de saúde a regiões carentes desassistidas.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

O texto foi aprovado por 391 votos favoráveis contra seis contrários e agora precisa ser votado até hoje pelos senadores para não perder a validade, o que obrigaria o Executivo a tratar do assunto por projeto de lei, como admitiu o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O Congresso cancelou a sessão desta terça-feira para análise de vetos presidenciais sobre a minirreforma eleitoral por falta de quórum. Os senadores e deputados devem se reunir em sessão conjunta nesta quarta para votar a liberação de créditos orçamentários para a União.



Também estão na pauta o projeto de lei que trata do conceito de clube-empresa no futebol e o que dispensa tratamento tributário para estímulo de capacitação e competitividade do setor de informática.

“Se passar pela Câmara e pelo Senado, o Ministério da Saúde já começará a seleção em janeiro ou dezembro. Se não for votado, será um desastre total. Se for para fazer boicote ao governo, que não façam com a vida das pessoas. O bom senso deve prevalecer”, defende o deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB), que presidiu a comissão mista que analisou a MP.