Notícias de Última Hora

Homem salva menino de quatro anos de ataque de pitbull no Rio de Janeiro. Assista!

Crédito: Reprodução
Um homem tem sido chamado de herói desde a última quinta-feira depois de salvar um menino de quatro anos de um ataque de pitbull na Zona Norte do Rio de Janeiro. Patrick do Céu contou que ao ver o menino sendo atacado, só conseguiu pensar na sua filha e por isso agiu tão rápido.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Imagens de câmeras de segurança mostram a criança passando com a babá quando o cachorro começa a atacar. A mulher tenta afastar o cão, mas sem sucesso. Patrick então entra em cena e começa a lutar para que o pitbull soltasse a criança.

Assista!

Quando finalmente conseguiu afastar o cachorro do menino, Patrick o colocou em cima de um carro. O cão então voltou os ataques a ele e ele próprio subiu no veículo para fugir.

Ao jornal "Extra" ele contou que não teve esta atitude para ser chamado de herói e sim porque lembrou de sua filhinha. "Não sou herói, longe disso. Quando vi o que estava acontecendo, só consegui pensar na Lara. Fiz por aquele menino o que eu faria por ela. Não pensei em mim em nenhum momento, só queria fazer com que ele ficasse seguro. Agi por instinto".



Segundo ele, o cão não é de ninguém da vizinhança e apareceu naquele mesmo dia do ataque. "Quando ele chegou eu nem queria que ele ficasse por perto, porque sei que o pitbull pode ser perigoso. Mas depois dei água, ração e carinho porque achei que algum dono poderia estar procurando por ele. Quando ele se agitou ao ver a criança, pedi pra todo mundo tentar não demonstrar medo, mas ele avançou. Foi quando corri pra fazer alguma coisa".

O animal foi levado pelo Corpo de Bombeiros e o dono ainda não foi identificado. Patrick, a babá e a criança foram ao hospital para tratar os ferimentos do ataque. De acordo com o "Extra", o menino teve ferimentos em várias partes do corpo e levou cinco pontos no pescoço, a babá ficou com um machucado no braço por conta da queda e Patrick levou um ponto na mão, e teve ferimentos nas pernas e braços, causados pelas mordidas.


Fonte: UOL.