Notícias de Última Hora

Toffoli cometeu ‘flagrante crime de responsabilidade’, diz Janaina

“Para mim, é flagrante crime de responsabilidade”, disse Janaina sobre Toffoli


A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) explicou, neste domingo (22), o motivo de ter protocolado o pedido de impeachment do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), no Senado Federal.

Curte nossa página no Facebook e fique informado!

Em entrevista ao jornal O Globo, Janaina disse que “Toffoli instaurou um inquérito sigiloso para investigar qualquer um que fale contra o Supremo e distribuiu esse inquérito à revelia das regras de distribuição; pediu para recolher uma revista e na sequência suspendeu todas as apurações instauradas em informações do COAF e da Receita Federal”.

A parlamentar acrescentou que o ministro “usou o poder dele de maneira absolutamente fora do padrão e, no caso da instauração do inquérito, se valendo da condição de presidente da Corte”.

Janaina considerou que o comportamento do presidente do STF é um “flagrante crime de responsabilidade”:

“Para mim, é flagrante crime de responsabilidade, que se agrava quando a gente constata por força de notícias de que havia movimentações suspeitas por parte dele e da família dele e também do ministro Gilmar Mendes e da sua família.”



Ela acrescentou:

“Não estou dizendo que essas movimentações existam e que, eventualmente, haja algo ilícito, mas uma autoridade não pode usar o seu poder, usar uma roupagem de ação institucional para se blindar.”


Renova Mídia