Notícias de Última Hora

Astrônomos registram colisão entre duas estrelas de nêutrons

Em agosto de 2017, uma colisão entre estrelas de nêutrons foi captada pela primeira vez


Quase dois anos após a primeira detecção, cientistas conseguiram registrar uma colisão entre duas estrelas de nêutrons com o apoio do Observatório Ligo.

O anúncio da segunda detecção desse fenômeno raro foi feito na última segunda-feira (6) durante o 235º encontro da Sociedade Astronômica Americana em Honolulu, no Havaí.




O objeto que surgiu da colisão entre as estrelas de nêutrons é muito mais massivo do que os astrônomos esperavam: um buraco negro com 3,4 vezes a massa do nosso Sol.

Agora os pesquisadores vão formular possíveis explicações para o fenômeno inesperado. Uma das ideias sugere que a colisão não teria envolvido duas estrelas de nêutrons, e sim uma estrela de nêutrons e um buraco negro.




Nos próximos anos, outros eventos deste tipo serão flagrados por observatórios, permitindo a coleta de mais dados e criar novos modelos que expliquem os mistérios envolvendo as fascinantes estrelas de nêutrons.

Com informações da revista Super Interessante