Notícias de Última Hora

Brasil arrecada quase R$ 2 milhões em leilões de bens do tráfico

Moro tenta sufocar o setor financeiro das facções criminosas, inclusive por meio do confisco patrimonial


O governo do Brasil fechou, na última quarta-feira (29), a primeira etapa de leilões de bens confiscados do tráfico.

A expectativa de arrecadação, que era de R$ 400 mil, foi totalmente superada, com o país acumulando quase R$ 2 milhões.


A informação foi confirmada pela secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), braço do Ministério da Justiça e Segurança Pública.


Os leilões fazem parte da estratégia do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para sufocar o setor financeiro das facções criminosas, inclusive por meio do confisco patrimonial.

Agora, por meio do “Projeto Check In, os policiais devem informar à Senad os dados referentes aos itens apreendidos, para que sejam localizados e, assim, disponibilizados aos leilões.

Com informações do jornal Gazeta do Povo