Notícias de Última Hora

Casal de lésbicas acusadas de matar família a pauladas e carbonizar os corpos são presas

Ana Flávia Menezes Gonçalves é acusada de matar a família junto com a companheira, Carina Ramos, que também foi presa. Crime ocorreu na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo

Foto: Divulgação / Ana Flávia Menezes Gonçalves e a companheira, Carina Ramos 
Nesta quarta-feira (29), foi presa a filha e irmã das vítimas que foram encontradas carbonizadas dentro de um carro na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Ana Flávia Menezes Gonçalves é acusada de matar a família junto com a companheira, Carina Ramos, que também foi presa.

As duas prestaram depoimentos sobre o crime, mas a versão delas entrou em contradição com imagens de câmeras de segurança. O carro de Ana Flávia foi registrado saindo do condomínio em que a família morava seguido por um Jeep Compass. Esse foi encontrado em chamas algumas horas depois com a mãe, o pai e o irmão de 16 anos dela carbonizados dentro do porta-malas.


A Polícia Militar foi acionada para verificar uma ocorrência de veículo queimado na estrada Montanhão, no bairro de mesmo nome. Antes de a PM ser acionada, moradores da região chamaram os bombeiros, que foram ao local para apagar o fogo.

Ana Flávia (esq) junto com o irmão e os pais Foto: Reprodução
Ana Flávia e Carina tinham hematomas pelo corpo quando prestaram depoimento à polícia. As vítimas se chamam Romuyuki Gonçalves, Flaviana Gonçalves, e o filho Juan Gonçalves.

As informações são do Pleno News