Notícias de Última Hora

Nuvens de gafanhotos ameaçam plantações da África Oriental

Grandiosas nuvens de gafanhotos são uma ameaça sem precedentes às plantações da África Oriental

Imagem: Feisal Omar/Reuters
Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alerta que nuvens de gafanhotos descerão sobre a África Oriental nos próximos meses.

A expectativa da ONU é que esta poderia ser a pior infestação em um quarto de século, representando um sério risco para as plantações e os meios de subsistência na região.


“As nuvens atuais representam uma ameaça sem precedentes à segurança alimentar e meios de subsistência no Chifre da África”, declara um o relatório da FAO, organização da ONU para Agricultura e Alimentação.

O relatório alerta: 
“Situação potencialmente ameaçadora nos dois lados do Mar Vermelho, onde a reprodução em andamento está causando um aumento no número de gafanhotos nas costas do Egito, Sudão, Eritreia, Arábia Saudita e Iêmen.”

Atualmente, o problema é “extremamente sério” no Quênia, Etiópia e Somália, onde os gafanhotos pousaram em números de proporções alarmantes.



O relatório da FAO também aponta uma boa chance de que algumas nuvens possam se locomover para o nordeste de Uganda, sudeste do Sudão do Sul e sudoeste da Etiópia.

De acordo com a FAO, os enxames podem conter até 150 milhões de gafanhotos por quilômetro quadrado. Um único km² cheio de gafanhotos pode consumir o mesmo que 35 mil pessoas em um dia.

informa o site Gizmodo.