Notícias de Última Hora

Polônia quer especial de Natal do Porta dos Fundos fora da Netflix

Esta é segunda vez em menos de 60 dias que a Netflix provoca irritação no governo polonês


Jaroslaw Gowin, vice-premiê da Polônia, pediu para a Netflix tirar de seu catálogo o Especial de Natal do Porta dos Fundos: “A primeira tentação de Cristo”.

“Reed Hastings: exigimos que a Netflix remova o filme blasfemo de sua plataforma”, escreveu o político conservador numa mensagem direcionada ao fundador e CEO da empresa.


Mateusz Morawiecki, primeiro-ministro do governo polonês, anexou à postagem um link para a petição on-line que reivindica a remoção do filme da plataforma. 

A petição acusa os humoristas brasileiros de “atacar, humilhar e difamar os cristãos e sua religião”. O abaixo-assinado já reunia nesta terça-feira (7) mais de 1,4 milhão de assinantes.



“Todo ano, o grupo de ‘comédia’ brasileiro Porta dos Fundos produz um filme de Natal para atacar cristãos e o cristianismo. Essas produções têm um só fim – a blasfêmia. Claro que o alvo desta blasfêmia é somente uma religião – o cristianismo”, diz a petição.

Em novembro, o primeiro-ministro já havia se queixado de um outro produto da Netflix, alerrtando que uma série sobre o Holocausto tinha “imprecisões históricas” ao mostrar “campos de concentração nazistas dentro das fronteiras da Polônia moderna”.

Com informações do site UOL