Notícias de Última Hora

Após ver a mãe e irmão sendo enforcados, menino de 11 anos mata padrasto a facadas


Um menino de 11 anos foi levado à delegacia no início da madrugada desta terça-feira (11), depois de matar o padrasto com duas perfurações de faca em Campinas (SP) para defender a mãe e um irmão, que estava sendo enforcado pelo padrasto, o técnico em manutenção Rivanildo de Alencar Tamborim, de 43 anos. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Civil, o garoto confessou a morte.

De acordo com o depoimento da mãe da criança, o marido, com quem vivia há dois anos, já tinha histórico de violência familiar. Um boletim de ocorrência foi registrado em 2008 contra Rivanildo. Ciumento, ele acusava a companheira de traição.

Na noite de segunda-feira (10), ele chegou em casa e não aceitou ser cobrado por não ter pago contas de casa. A partir daí, começou a xingar e agredir a mulher, segundo depoimentos à polícia.


Na delegacia, a criança contou que estava no andar de baixo da casa quando ouviu os gritos, “tapas na mãe” e “teria ficado apavorado quando seu irmão, que estava sendo enforcado” ao tentar ajudar a mãe.

Para tentar salvar o irmão de 15 anos, e sem conseguir sair da casa porque o padrasto teria escondido chaves e controles, ele foi à cozinha, pegou uma faca e perfurou duas vezes o pescoço do padrasto. Uma criança de seis anos dormia em um dos quartos da residência.

As informações são do Expresso do Sertão