Notícias de Última Hora

Estados Unidos reabrem mercado para a carne brasileira


Tereza Cristina, comandante do Ministério da Agricultura, anunciou nesta sexta-feira (21) que os Estados Unidos decidiram reabrir mercado para a carne bovina in natura produzida pelo Brasil. As vendas deste produto estavam suspensas desde junho de 2017.

“Hoje recebemos com muita satisfação uma notícia esperada há muito tempo: a reabertura do mercado de carne bovina in natura do Brasil para os Estados Unidos”, disse a ministra Tereza Cristina através das redes sociais.



O governo dos Estados Unidos confirmou a informação. Segundo o Serviço de Inspeção e Segurança de Alimentos (FSIS, na sigla em inglês), o Brasil cumpriu os requisitos para a reabertura de mercado e sua carne agora é aceita nos EUA.

“O Brasil implementou as ações corretivas necessárias (…) Portanto, o FSIS está interrompendo a suspensão da exportação de produtos de carne bovina crua para os EUA a partir de 21 de fevereiro de 2020”, disse um porta-voz do FSIS.

O Presidente da associação de exportadores do setor (Abiec), Antônio Jorge Camardelli, comemorou a decisão e disse que agora é preciso avaliar em que condições se dará essa reabertura.

“Quando o mercado foi fechado, nós tínhamos 15 plantas frigoríficas habilitadas [para exportar], agora precisamos saber quais vão ser as características desta reabertura, o volume que podemos vender”, afirmou animado com esta possibilidade.



O mercado norte-americano é considerado um “selo de qualidade” para a carne. Isso significa que, ao atender aos requisitos dos Estados Unidos, o produto consegue uma entrada mais fácil em outros países do mundo todo, o Brasil agora tem o selo de qualidade necessário para conquistar novos mercados.

Com informações do Portal G1