Notícias de Última Hora

Guedes explica saída do Brasil da lista de países em desenvolvimento

“Quem quer entrar na primeira divisão abre mão de estar na segunda”


EUA retirou o status de países em desenvolvimento de 24 nações, incluindo Brasil, China, Cingapura, África do Sul, Índia, Colômbia e Argentina.



A retirada do Brasil da lista de países em desenvolvimento dos Estados Unidos, na última segunda-feira (10), foi retratada por vários jornais da imprensa local como sendo um revés do governo Jair Bolsonaro. 

No entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quarta-feira (12), que a exclusão do Brasil da lista foi uma ação combinada com os EUA para facilitar o ingresso do país na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Em conversa com O Antagonista, Guedes explicou:

“Avisamos que queríamos sair da lista. É geopolítica. O Brasil praticamente não usa os favorecimentos desfrutados por países em desenvolvimento. Perdemos pouco e a decisão ainda facilita a aceitação do país na OCDE.”



O ministro completou:

“Quem quer entrar na primeira divisão abre mão de estar na segunda.”


As informações são do Renova Mídia