Notícias de Última Hora

Mandei todo mundo embora do Inmetro, diz Bolsonaro

A presidente do Inmetro foi exonerada no último dia 17. Motivo foi a determinação de troca de tacógrafos

Imagem: Reprodução/YouTube
O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, neste sábado (22), que decidiu suspender toda diretoria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).


Em vídeo transmitido ao vivo pelo Facebook na porta de um supermercado no Guarujá, litoral de São Paulo, Bolsonaro declarou:

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora. Por quê? Há poucos meses assinaram portaria para trocar tacógrafos. Em vez de ser o normal que está aí, inventaram um digital. Ele é aferido de dois em dois anos. Passaram para um. Mandei acabar com isso aí.”

De acordo com o chefe do Executivo, a portaria do Inmetro iria prejudicar taxistas:

“Começou no Rio, não sei se veio para São Paulo, trocar os taxímetros. Mas por quê? Quatrocentos cada um. Os tacógrafos, 1.900. Multiplique por milhões de veículos que mexem com tacógrafos. Táxi só no Rio são 40 mil.”



Bolsonaro acrescentou:

“Não temos que atrapalhar a vida dos outros. É facilitar a vida de quem produz. Os novos taxímetros, faça diferente. Os novos tacógrafos, tudo bem. Agora, tirar do pessoal, trocar, não. Então, o que eu tenho que fazer? Implodir.”

E completou:

“Não estou acusando ninguém de fazer nada errado. Mas ficamos com… Foram demitidos mais pelo excesso de zelo. Aí complicou para eu engolir essa iniciativa deles.”


Com informações do Renova Mídia