Notícias de Última Hora

Moro detona Lula: “Não tem imunidade para cometer crime (...)”


Nesta segunda-feira, 24, o jornal Folha de S.Paulo publicou trechos de uma entrevista com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Entre as declarações, Moro esclareceu que mais um inquérito contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi enviado a Justiça, porém sem enquadramento na Lei de Segurança Nacional.


Moro salientou que no despacho feito por ele em novembro de 2019, foi pedido um investigação sobre declarações de Lula, visando a possibilidade de existência de crime contra honra.

Se caso houvesse uma ameaça ao presidente Bolsonaro, seria necessário a requisição do inquérito com base no Código Penal e na Lei de Segurança Nacional.

“Nesse caso, era calúnia. Não se faz referência à Lei de Segurança Nacional”, explicou o ministro.

O ex-juiz da Lava Jato ainda reiterou que a condição de ex-presidente não torna ninguém imune à lei.


“A condição de ex-presidente não torna ninguém imune à lei. Então, o ex-presidente não tem imunidade para cometer crime contra honra contra quem quer que seja”.

Assim, mais um inquérito contra o meliante Lula acaba de ser enviado à Justiça, pelo cometimento do crime de Calúnia contra o presidente da República.

As informações são do Jornal da Cidade