Notícias de Última Hora

Villa chama Sérgio Camargo de ‘negro nazista’, que promete ação na Justiça por injúria racial

“Ao me chamar de ‘negro nazista’ ele cometeu crime de injúria racial qualificada”, disse Camargo


O ex-presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, avisou, nesta quarta-feira (12), que vai entrar na Justiça contra o historiador Marco Antônio Villa, comentarista da rádio Jovem Pan.


Durante um programa da rádio, Villa classificou Camargo como um “negro nazista”.

“Por incrível que pareça, aquele que disse que a escravidão era muito boa para os negros, especialmente para seus descendentes”, acrescentou o comentarista. Confira o vídeo:


Em mensagem no Twitter, Camargo reiterou que “Villa responderá judicialmente pelo ataque que fez contra minha honra”:

“Ao me chamar de ‘negro nazista’ ele cometeu crime de injúria racial qualificada. Não ficará impune. Estou tomando as devidas providências.”



Nesta quarta, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reverteu a decisão, atendendo ao pedido feito pela Advocacia Geral da União (AGU).

Com a decisão, Camargo pode juridicamente voltar ao comando da Fundação Palmares. No entanto, a gestão da Secretaria Especial da Cultura mudou nesse intervalo da suspensão.

As informações são do Renova Mídia