Notícias de Última Hora

Anticristo? Ex-premiê quer “governo mundial” para combater coronavírus

Proposta de Gordon Brown é aceita pela maioria da população, diz pesquisa

Gordon Brown. (Foto: DR)
O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Gordon Brown acredita que a solução para o combate da pandemia global de Covid-19, causada pelo novo coronavírus, é a formação de um governo mundial.

O político britânico que liderou o Partido Trabalhista, de víeis esquerdista, acredita que o nacionalismo está prejudicando o mundo e que é preciso uma força-tarefa de líderes especialistas para combater o vírus chinês.



Em artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian, Brown lembra a crise de 2008, mas afirma que a crise atual é diferente. “Estamos perante um problema que não pode ser tratado apenas por um país”, disse, acrescentando: “Tem que haver uma resposta global coordenada.”

Para ele é preciso que os países removam bloqueios comerciais e estejam prontos para diminuir as tarifas econômicas. Ele acredita que só haverá “confiança no futuro” se houver ações internacionais conjuntas neste momento de crise.

População quer governo mundial


Uma pesquisa realizada pelo Instituto ComRes, em 2017, entrevistou mais de 8 mil pessoas de oito países diferentes, incluindo o Brasil, na busca de “novas propostas para repensar como a governança global poderá lidar melhor com os riscos do século 21”.



71% dos entrevistados afirmou desejar a criação de uma nova “organização supranacional para tomar decisões globais sobre as principais ameaças à humanidade”.

Muitos teólogos veem um governo mundial como cumprimento das profecias bíblicas e como um dos sinais da volta de Cristo. Nesse governo, o líder máximo será o Anticristo que terá grande poder e influência.