Notícias de Última Hora

Band tem parceria antiga com a mídia estatal da China

Uma das atrações que estreou recentemente nos canais BandNews TV e Arte 1 foi a série “Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping”

Imagem: Reprodução/BandNews
Um editorial publicado pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, nesta sexta-feira (20), durante exibição do “Jornal da Band”, chamou a atenção e segue repercutindo nas redes sociais.

A emissora brasileira teceu duras críticas ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que foi chamado de “idiota”, e ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, que foi classificado como “irresponsável”.

A mensagem da Band é uma resposta ao atrito recente envolvendo o Embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, e o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, acerca da origem da nova variante de coronavírus, que já deixou milhares de mortos mundo afora.


O posicionamento do Grupo Bandeirantes não é surpreendente. Afinal, em novembro de 2019, a emissora assinou um acordo de cooperação com o China Media Group, que reúne os principais veículos de comunicação chineses, amplamente controlados pelo regime comunista de Xi Jinping.

“O contrato prevê produções conjuntas e compartilhamento de conteúdo com o objetivo de promover o desenvolvimento das relações entre as duas nações”, diz o site da Band.

Uma das atrações que já estreou recentemente nos canais BandNews TV e Arte 1 foi a série “Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping”



Durante o evento, realizado na sede da emissora, na zona sul de São Paulo, o presidente do grupo, João Carlos Saad, enfatizou a importância da parceria:

“Agora temos a oportunidade de mostrar para os chineses quem somos no dia a dia e conhecer a produção deles diariamente também. É uma aliança muito interessante. Assisti alguns programas e fiquei impressionado. Temos muita coisa para fazer e muito entrosamento.”

O China Media Group foi formalmente estabelecido em 19 de abril de 2018. A empresa opera 47 canais de televisão, dos quais sete deles são internacionais.


Apesar do novo contrato assinado no ano passado, a relação da Band com os veículos estatais da China é mais antiga, vem desde os tempos dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em abril de 2011, o Grupo Bandeirantes e a emissora estatal chinesa CCTV fecharam um acordo para compartilhamento de conteúdo jornalístico, como você pode conferir em reportagem da própria emissora.

Fonte: Renova Mídia