Notícias de Última Hora

Povos indígenas são retirados de Altamira


O novo coronavírus é realidade no Pará e tem preocupado os povos indígenas que vivem em Altamira, sudoeste do estado. Como medida de prevenção o Conselho Distrital da Saúde Indígena tem acompanhado os casos e os povos.

Os indígenas são considerados um grupo de risco. Por isso equipes estão sendo treinadas para fazer atendimentos dentro das Terras Indígenas dentro de Altamira. São 12 terras onde estão 34 aldeias.

Em Altamira, são pelo menos 4.800 indígenas, a recomendação é realocar os índios que vivem na cidade para aldeias de origem.


Segundo Léo Xipaia, uma mulher indígena vem sendo acompanhada pelas equipes médicas após apresentar sintomas do coronavírus. Ela está de quarentena aguardando o resultado do teste. Uma das medidas tomadas é a proibição da entrada de pessoas não indígenas nas terras.

A Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal, enviou recomendação à Fundação Nacional Do Índio – Funai, para assegurar medidas de proteção a índios isolados contra a pandemia provocada pelo coronavírus.


Com informações do site Confirma Notícia