Notícias de Última Hora

Aras diz que PGR não vai ceder a pressões pelo impeachment de Bolsonaro

“Não vou aceitar manipulação”, diz Aras sobre ações da oposição para derrubar Bolsonaro do cargo


O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou, nesta sexta-feira (3), que não vai “aceitar manipulação de ninguém”.

Em conversa com o blog Radar, da revista Veja, Aras respondeu de pronto ao ser questionado sobre as tentativas da oposição para derrubar o presidente da República, Jair Bolsonaro.

O chefe da PGR declarou:

“O pessoal está batendo na porta errada. Aqui não é casa de solução política, é casa de legalidade.”

E acrescentou:

“Para cassar presidente, tem que ir ao Congresso. Não vou aceitar manipulação de ninguém, vou cumprir as leis, não adianta pressionar.”


Dias atrás, Aras deixou claro que Bolsonaro não cometeu crime durante o pronunciamento à nação sobre a pandemia do novo coronavírus na última terça-feira, 24 de março.

A manifestação foi expressa em decisão de arquivamento de recomendação elaborada por procuradores à Presidência.

Com informações da revista Veja