Notícias de Última Hora

Estuprador de crianças é solto no Paraná sob o pretexto do Coronavírus


Entre os 2,5 mil presos do Paraná que deixaram a cadeia com o pretexto da Covid-19, havia até, segundo o Ministério Público, criminosos perigosos que cometeram homicídios e estupros, destaca o site O Antagonista.

O G1 citou alguns casos aberrantes:

– “Um homem de 60 anos, de Bela Vista do Paraíso, no norte do Paraná, condenado pelo estupro de duas crianças, de seis e oito anos, sendo uma delas filha dele, teve a progressão de regime concedida por causa da idade. A promotoria aponta que ele cumpriu quase cinco anos e meio de prisão, restando mais de 23 anos a cumprir. Conforme o MP-PR, o endereço indicado para o monitoramento eletrônico é o mesmo onde foram praticados os crimes. Até a publicação desta reportagem, essa decisão não tinha sido revertida.”


– “Um homem preso em Curitiba com posição de liderança em uma facção criminosa foi colocado em regime domiciliar no fim de março, mesmo não estando em grupo de risco. Ele foi condenado por crimes como roubo, porte de armas e organização criminosa.”

– “Um detento condenado pelos crimes de latrocínio e tráfico de drogas, com pena a cumprir de mais de dez anos, recebeu a progressão de regime em Maringá.”


Com informações do site República de Curitiba