Notícias de Última Hora

Gusttavo Lima desiste de lives e manda recado: "Não farei para ser censurado"

Cantor teve doação questionada e foi alvo do Conar

(Foto: reprodução/Instagram)
Gusttavo Lima tem usado as lives para conseguir se apresentar para seu público durante a quarentena contra o coronavírus e, de quebra, aproveitou para ajudar os mais necessitados com os patrocínios que arrecada.

No Instagram, o sertanejo tem prestado contas das ações que tem feito. No fim da noite de quarta-feira (15), usou a rede social para explicar uma doação feita para famílias que viviam em lixão que não existe mais.


“Muita gente me perguntando sobre a doação para as pessoas do antigo lixão de Aparecida de Goiânia/GO!!! Eu soube por alto dessa situação e me coloquei à disposição pra ajudar... Agora já com informações concretas, soube que já existe um projeto, criado pela Prefeitura! Porém, há mais de 700 famílias que estão em situação crítica, vivendo em condições desumanas ao lado do complexo prisional em Aparecida de Goiânia. Minha doação será a essas mais de 700 famílias em situação crítica... Nos próximos dias, carretas e carretas de alimento estarão chegando para essas pessoas!”, avisou.

Em seguida, defendeu a realização de lives por ele e outros artistas. “Os artistas estão procurando uma forma de interagir com os fãs e com o público em quarentena por meio das lives. Estamos prestando um grande serviço social, além de shows ao vivo, estamos arrecadando e fazendo doações para entidades e pessoas carentes que neste momento passam por extrema necessidade... Estamos dividindo nossa intimidade, mostrando ao público como é nossa vida fora dos palcos, compartilhando momentos únicos!”, acrescentou.

Por fim, mandou um recado aos críticos. “Àqueles que só criticam e não ajudam em NADA, vai um conselho: não precisam ajudar, mas não atrapalhem quem está procurando ajudar nossos irmãos necessitados”, completou.

Além do questionamento da doação, o Gusttavo Lima foi alvo de ação do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que abriu uma representação ética contra as ações publicitárias realizadas nos shows transmitidos por ele pelas redes sociais no dia 28 março e 11 de abril. O órgão entende que o cantor pode ter mostrado um mau exemplo ao aparecer embriagado no vídeo.


No Twitter, o sertanejo destacou que não vai fazer mais shows ao vivo pelas redes sociais. “Acho que o grande segredo da live é tirar o lençol do fantasma. Acho que uma Live engessada e politicamente correta não tem graça. o bom são as brincadeiras, a vontade, levar alegria alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei Live pra ser censurado”. Em seguida, respondeu um fã que pediu mais lives. “Acho que não rola mais, enfim... nos encontramos em breve”.






Fonte: Rede TV