Notícias de Última Hora

PEC poderá permitir reeleição infinita de Maia e Alcolumbre; entenda

A denúncia foi feita por um live, pela ex-deputado Roberto Jefferson


Os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal poderão se reeleger mais de uma vez em uma mesma legislatura, ou seja, se aprovada a PEC 101/2003, de autoria do deputado Benedito de Lira, Rodrigo Maia e Alcolumbre podem continuar à frente dos respectivos poderes em 2021/2022.

A redação atual da Constituição Federal, em seu artigo 57, § 4º, veda a reeleição para os mesmos cargos nas Mesas Diretora da Câmara e do Senado. Pela proposta atual, que está pronta para votação, o deputado benedito de Lira, retirou da constituição essa vedação, afirmando que não há “sentido proibir a reeleição para a Mesa das Casas Congressuais quando a própria Constituição permite que ela ocorra em nosso País para os cargos de Presidente da República, Governador de Estado e do Distrito Federal e Prefeito”.


De acordo com o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente Nacional do PTB, Rodrigo Maia está agindo de forma sorrateira em conjunto com Felipe Santa Cruz e setores da oposição, para derrubarem o presidente Jair Bolsonaro, por meio de um possível impeachment.

Segundo Jefferson, Maia já encomendou um pedido de impeachment ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, contra o presidente da República.

Tanto Dória, como Maia e Alcolumbre tem travado uma guerra silenciosa contra o presidente Bolsonaro nos últimos meses. Nos bastidores, comenta-se que querem implantar um parlamentarismo branco no país.

A PEC está pronta para votação em plenário.