Notícias de Última Hora

Governo da Alemanha proíbe funcionários de usar WhatsApp

Existe uma preocupação no governo da Alemanha com um possível mau uso dos dados pelo WhatsApp


O governo da Alemanha está proibindo funcionários dos ministérios e instituições federais de usar o WhatsApp como aplicativo de troca de mensagens.

Em uma carta enviada às agências do governo alemão, o comissário de privacidade de dados Ulrich Kelber disse que os órgãos devem respeitar, e não negligenciar, a proteção de dados “mesmo nestes tempos difíceis” de coronavírus.



Autoridades do governo Angela Merkel têm recorrido ao WhatsApp como ferramenta para entrar em contato com cidadãos sobre temas relacionados à pandemia — o que gerou reclamações.

“Mesmo apenas enviando mensagens, os metadados são entregues ao WhatsApp de toda forma”, disse Kelber.

O comissário acredita ainda que esses metadados foram encaminhadas diretamente ao Facebook, empresa controladora do WhatsApp.

Kelber enfatizou que endereços locais e IP dos usuários “contribuem, mesmo que apenas como um pequeno pedaço do mosaico, para o aumento do armazenamento de perfis pessoais”.



Em sua defesa, o WhatsApp rebateu Kelber dizendo que o serviço de mensagens não encaminhava dados do usuário para o Facebook utilizar em publicidade online.

“O WhatsApp não pode ler as mensagens porque elas são criptografadas por padrão”, disse o porta-voz da empresa.

Com informações do Olhar Digital