Notícias de Última Hora

Municípios do Xingu recebem 9,5 mil máscaras e 2,8 mil testes rápidos para detecção de coronavírus

Esta é a terceira ação de doação que a companhia realiza para a região de integração do Xingu, em parceria com o Governo do Pará

Foto: Reprodução/Agencia Pará
A 10ª Regional da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em Altamira, recebeu da Norte Energia 2,8 mil testes rápidos para detecção de covid-19 e 9,5 mil máscaras de proteção contra o novo coronavírus nesta quinta-feira (14). Esta é a terceira ação de doação que a companhia realiza para a região de integração do Xingu, em parceria com o Governo do Pará. A empresa é responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

“Essas máscaras e testes rápidos serão fornecidos aos municípios para atendimento e aos profissionais de saúde. O quantitativo considerará a necessidade de cada secretaria municipal para distribuição e orientação para a população. Já é a terceira etapa de entregas de material que recebemos desse apoio junto a Norte Energia, tendo em vista o compromisso firmado com o Governo do Estado do Pará”, informou Maurício Nascimento diretor do 10º Centro Regional de Saúde da Sespa.



Os municípios que fazem parte da regional são: Altamira, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará, Anapu, Pacajá, Vitória do Xingu, Senador José Porfírio e Porto de Moz. A Norte Energia já doou equipamentos de proteção individual, testes rápidos e em breve disponibilizará 10 leitos de UTI estruturados com respiradores, bombas de infusão e equipamentos adequados.

A estrutura será montada no Hospital Regional e a parceria prevê além de aquisição de equipamentos, o custeio de profissionais de saúde. “Isso é um avanço aqui para nossa cidade de Altamira e para os municípios da região da Transamazônica e Xingu. O prazo estava previsto para junho e julho, mas protocolamos ontem pedido com um pouco mais de urgência, devido o aumento dos casos de Covid-19 na região do Xingu e tivemos uma resposta positiva aqui do superintendente junto aos fornecedores para dar uma prioridade no tema”, afirmou Maurício.

Agencia Pará