Notícias de Última Hora

Suspeito de matar miss estava escondido em cabana na Venezuela


A Polícia Militar de Roraima prendeu na tarde de sexta-feira, 15, o suspeito de assassinar a miss Manicoré e finalista do Miss Amazonas 2019, Kimberly Karen Mota de Oliveira, de 22 anos.

O homem, de 31 anos, é ex-namorado da modelo, que foi encontrada morta a facadas na última terça-feira, 12, no apartamento dele, em Manaus.

O suspeito, que é servidor da Justiça do Trabalho, estava escondido em uma cabana em uma região de mata em Pacaraima (RR), na fronteira com a Venezuela. A suspeita é de que ele estaria planejando fugir para a Espanha através do país vizinho.



De acordo com a investigação, ele entrou em Roraima na segunda-feira, 11, um dia depois do registro do desaparecimento de Kimberly. A família dela notou que algo estava errado quando a miss deixou de responder às mensagens. A última troca de mensagens da modelo com um parente ocorreu com a mãe.

Os investigadores descobriram que o suspeito estava em Roraima após o registro da entrada dele no estado na barreira sanitária montada na divisa com o Amazonas. Além disso, o carro do ex-namorado da miss foi localizado capotado na BR-174, em território roraimense.


Fonte: UOL