Notícias de Última Hora

Vacina para coronavírus de Oxford é eficaz em estudos preliminares

As conclusões preliminares apareceram no servidor pré-impressão bioRxiv também nesta quinta-feira


Uma vacina para o novo coronavírus está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido.

Em um estudo com seis macacos, a vacina apresentou um resultado promissor, o que levou ao início de testes em humanos no final do mês passado.

A informação foi confirmada, nesta quinta-feira (14), por pesquisadores norte-americanos e britânicos.

De acordo com os responsáveis pela pesquisa, alguns dos macacos que receberam uma única dose da vacina desenvolveram anticorpos contra o vírus dentro de 14 dias, enquanto todos desenvolveram anticorpos protetores dentro de 28 dias.



Stephen Evans, professor de farmacoepidemiologia da London School of Hygiene & Tropical Medicine, disse que os dados dos macacos “com toda a certeza” são uma boa notícia.

Apesar de o sucesso com os animais ser visto como uma etapa crucial, muitas vacinas que os protegem no laboratório acabam não conseguindo proteger humanos.

Com informações da agência Forbes