Notícias de Última Hora

ANTIFAS incendeiam casa com criança dentro e tentam impedir ação dos bombeiros


O Chefe de Polícia William Smith, de Richmond, no Estado da Virgínia (EUA), ainda chocado com a noite de violência que assolou a cidade, contou à imprensa local um caso horrível envolvendo a organização ANTIFAS, que o Presidente Donald Trump quer que seja reconhecida por lei como uma organização terrorista.

Os ANTIFAS incendiaram uma casa e tentaram impedir o acesso dos bombeiros, porém, havia uma criança dentro do imóvel. Mesmo sob pedidos dos bombeiros, informando dessa situação, os ANTIFAS se mantiveram bloqueando o acesso.


"Um incidente foi particularmente chocante, e realmente ilustra a seriedade dos problemas que estamos enfrentando. Ontem à noite, manifestantes incendiaram intencionalmente um prédio ocupado na Broad Street. Este não é o único edifício ocupado que foi incendiado nos últimos dois dias. Mas eles nos proibiram de atuar. Tivemos que forçar nossa passagem para abrir um caminho claro para o corpo de bombeiros. Os manifestantes interceptaram o aparato de incêndio a vários quarteirões de distância dos veículos e bloquearam o acesso desse corpo de bombeiros ao incêndio da estrutura. Dentro daquela casa havia uma criança" - declarou o Chefe William Smith, segundo o The Gateway Pundit.

Também segundo a NBC, o Chefe William Smith condenou todos os atos de vandalismo na cidade:

"Quando você pega um problema legítimo e o sequestra por motivos desconhecidos, é uma atitude inaceitável para mim, é inaceitável para o Departamento de Polícia de Richmond, inaceitável para a cidade de Richmond".



Felizmente, os policiais conseguiram abrir o caminho aos bombeiros e a criança e sua família, que ocupavam o imóvel, estão bem.

Por Roberto Lacerda Barricelli Jornalista e Historiador. Autor do livro "Em Defesa da Vida".