Notícias de Última Hora

Augusto Nunes aponta ‘efeito colateral da pandemia de coronavírus’

“É o cansaço causado por extensos períodos de descanso”, diz Nunes


O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24), que as aulas vão ser retomadas a partir do dia 8 de setembro após meses de restrições adotadas para conter a pandemia de coronavírus.


A medida vale tanto para a rede pública quanto a privada, da educação infantil até o ensino superior.

A notícia foi recebida com preocupação pela categoria. Representantes dos professores dizem que a decisão é avaliada como “prematura” e “incerta”.

A presidente da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de SP), a deputada Maria Izabel Noronha (PT-SP), não descarta a possibilidade de greve pelos professores da rede estadual de ensino após o anúncio da retomada das aulas.



Em mensagem no Twitter, nesta quinta-feira (25), o jornalista Augusto Nunes criticou a ameaça de greve:

“Os professores da rede pública paulista que já ameaçaram entrar em greve se o ano letivo recomeçar em setembro podem ter sido afetados por um curioso efeito colateral da pandemia de coronavírus. É o cansaço causado por extensos períodos de descanso.”


Com informações do UOL