Notícias de Última Hora

Bolsonaro e a Polícia Militar são alvos de ofensas durante manifestação esquerdista

O ato supostamente em favor da democracia não contou com as cores da bandeira brasileira


Na manhã deste domingo (07), em Brasília, a Esquerda Antifa — comunistas, socialistas e anarquistas — realizaram uma manifestação supostamente em favor da democracia. 
Durante o ato, o presidente Jair Bolsonaro e a Polícia Militar foram alvos de ofensas pelos manifestantes.

Termos baixo, como “Ei Bolsonaro, vai tomar no c*” e “Bolsonaro, vai se f*der, a negritude não tem medo de você” foram amplamente usados pelos supostos “defensores da democracia”.


A Polícia Militar [PM] também foi alvo dos autodenominados “antifas”. Entre várias acusações vazias contra a corporação, os manifestantes pediram o fim da PM. “Não acabou, tem que acabar, eu quero o fim da polícia militar” — gritavam.

O ato supostamente em favor da democracia não contou com as cores da bandeira brasileira. A maioria esmagadora dos manifestantes estavam caraterizados de preto, com bandeiras ligadas ao Comunismo, Socialismo e Anarquismo — raramente se viu uma bandeira do Brasil.


Fonte: Esquerda Online