Notícias de Última Hora

Governo Bolsonaro entrega pavimentação em trecho de 32 km na Transamazônica

Trecho, de um total de 90 já executados pelo governo federal, liga as cidades de Itupiranga a Novo Repartimento (PA), para melhorar logística

Trecho pavimentado na TransamazônicaMinistério da Infraestrutura/Divulgação 30.05.2020
O governo federal do presidente Jair Bolsonaro, inaugurou neste sábado (30), mais um trecho de obras de pavimentação da BR-230, conhecida como rodovia Transamazônica, a mais importante da região Norte, mantendo programa de incentivo à integração logística da região com o restante do país.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, o trecho pavimentado, de 32 quilômetros, de um total de 90 já executados, liga as cidades de Itupiranga a Novo Repartimento, no Pará, fazendo parte de obras de 102 quilômetros que começaram na divisa do Estado com Tocantins e que têm previsão de conclusão até novembro.



A Transamazônica, projeto criticado por ambientalistas e de mais de 4 mil quilômetros de extensão, foi criada durante o regime militar, indo do Estado da Paraíba até o interior do Amazonas. O trecho que está em obras agora foi aberto em 1970 e nunca havia sido pavimentado, apesar de ficar relativamente próximo de grandes projetos como a mina de ferro de Carajás, da Vale.

A inauguração ocorre em um período em que o Ministério da Infraestrutura procura transmitir aos investidores sinalização de que o programa de concessões do governo de Jair Bolsonaro está caminhando, apesar do quadro de grave crise econômica exacerbada pela epidemia de Covid-19.

Na quarta-feira (27), a pasta assinou a renovação antecipada da concessão da ferrovia Malha Paulista, operada pela Rumo, dias depois de ter enviado ao (TCU) Tribunal de Contas da União projeto de concessão da BR-163, entre Mato Grosso e o Pará, rodovia que corta a Transamazônica mais ao oeste do trecho inaugurado neste sábado.

"A pavimentação da Transamazônica é estratégica para a integração nacional e vai proporcionar melhores condições de frete, melhorando o escoamento da produção agroindustrial da região", disse em comunicado o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. "Essa obra, para nós, é uma prioridade."



Segundo o ministério, a BR-230/PA junto à BR-155 faz parte de um corredor de escoamento de produção do nordeste do Mato Grosso até os portos de Vila do Conde (PA) e Itaqui (MA). A rodovia também está integrada à hidrovia do rio Tocantins e a expectativa do governo é que o tráfego neste corredor entre a BR-155 e a BR-230, no pico da safra, atinja o mesmo volume da BR-163, nos próximos anos.

As informações são da Reuters.