Notícias de Última Hora

Previsão climática aponta tempo quente e abafado em junho no Pará

Contrariando expectativas, meteorologistas preveem volumes de chuvas acima da normalidadeFoto: ARQUIVO / AG Pará
O tempo no mês de junho no Pará será marcado por clima quente e abafado, com chuvas variando entre dentro e acima da normalidade. Essa é a previsão do boletim climático, elaborado pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em parceria com pesquisadores do Instituto Nacional de Meteorologia e do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), divulgado nesta segunda-feira (1). Os órgãos são integrantes da Rede de Previsão Climática e Hidrometeorológica do Pará (RPCH), coordenada pela Semas.


Norte do estado

O mês de junho é caracterizado historicamente como início do período menos chuvoso na região norte do estado, mas este ano os meteorologistas indicam volumes de chuvas acima da normalidade sobre parte do nordeste paraense, incluindo a Região Metropolitana de Belém (RMB), Marajó, e a Calha Norte, no oeste do Pará. Essas regiões, ainda de acordo com os profissionais da meteorologia, devem apresentar índices pluviométricos entre 200 e 300 mm este mês.

Chuvas são previstas para o nordeste e oeste do ParáFoto: ARQUIVO / AG. Pará
Sul do Pará

No sul do estado, o mês de junho enquadra-se no período seco, mas no sudoeste do Pará é esperado um quantitativo de chuvas oscilando de 50 a 100 mm, valores considerados acima da normalidade nesta época do ano. Também estão previstas chuvas acima da média, entre 100 e 150 mm, para os municípios de Dom Elizeu, Ulianópolis e Paragominas, localizados na porção norte do sudoeste do Pará.


Nas demais regiões paraenses são esperadas chuvas dentro da normalidade. O coordenador do Núcleo de Hidrometeorologia da Semas, Saulo Carvalho, explica que o prognóstico climático foi gerado com base nos principais modelos meteorológicos e oceânicos. "A combinação do aquecimento do Atlântico e circulação atmosférica tende a proporcionar áreas de instabilidade, resultando chuvas em formas de pancadas, podendo ser acompanhadas de rajadas de ventos e trovoadas. Por outro lado, as temperaturas devem ficar dentro da normalidade, mas contribuindo junto com a umidade, em tempo quente e abafado", prevê o coordenador.

Por Ronan Frias (COHAB)