Notícias de Última Hora

Senadores com o “rabo preso” impedem o avanço do impeachment de ministros do STF no Senado, diz Lasier Martins


Durante entrevista à rádio Jovem Pan na noite desta sexta-feira (19), o senador Lasier Martins (Podemos) esclareceu a razão pela qual o impeachment de ministros do STF não avança no Senado.

“Tem muita gente de “rabo preso” no Plenário do Senado, ainda. Muita gente lá que corre risco. Então, não pode desagradar o Supremo porque isso pode ter retorno”, disse o senador, alegando tratar-se de um palpite.



O senador disse ainda que o impeachment de ministros tem sido por muito tempo uma hipótese muito remota. Lasier lembrou que, no ano passado, foram protocoladas “duas dúzias” de pedidos de impeachment de ministros como Gilmar Mendes, Toffoli e Lewandowisky, e que o destino de todos eles foi o fundo das gavetas do presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Lasier mencionou uma série de medidas tomadas pelo “bizarro” ministro Alexandre de Moraes qualificadas pelo entrevistado como usurpação de atribuições do Ministério Público nos inquéritos que investigam Fake News e atos antidemocráticos.

“A única instituição no Brasil que tem poder para avaliar comportamento o Supremo é o Senado Federal”, pontuou Lasier, reforçando que a realização das sessões remotas do Senado Federal em função da pandemia do novo coronavírus dificulta a manifestação em repulsa às atitudes de Moraes.



Cabe agora ao cidadão exercer pressão sobre seus senadores eleitos, que são sucetíveis ao escrutínio popular através do voto, para que estes tomem atitudes no sentido de reestabelecer o equilíbrio e a harmonia entre os poderes constituídos através da retirada de ministros cujas decisões ferem princípios legais e constitucionais.

Fonte: Portal Novo Norte