Notícias de Última Hora

Douglas Garcia e Gil Diniz são afastados da Alesp

Inquérito das fake news no STF foi usado como base para suspensão dos deputados pró-Bolsonaro


O deputado Cauê Macris (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), assinou, nesta terça-feira (30), o afastamento dos deputados Douglas Garcia e Gil Diniz das atividades relacionadas à sigla deles, o Partido Social Liberal (PSL), na Casa.

Os dois deputados pró-Bolsonaro foram suspensos do PSL por causa das investigações do Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito do controverso inquérito das fake news.


A suspensão não significa perda de mandato. Longe disso. Eles ainda podem participar das sessões plenárias e têm direito a voto.

No entanto, os dois não podem assumir nenhuma função de liderança ou vice-liderança do PSL, nem orientar a bancada em nome do partido ou mesmo participar da escolha do líder durante o período de desligamento.



Em mensagem no Twitter, Douglas Garcia declarou:

“Irei agravar, recursar, brigar até a última instância do Poder Judiciário para que a representatividade de parcela do povo paulista que votou em mim seja respeitada!”

Na mesma rede social, Gil Diniz rebateu:

“O processo de suspensão que o PSL nos impôs é extremamente fraco e sem embasamento, logo hoje que estão instalando a CPI da Fake News. Existe coincidência? Repito: o que o sistema não absorve, ele tenta destruir!”

Fonte: Renova Mídia