Notícias de Última Hora

Toffoli libera Geddel para prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica

Presidente do STF considerou que ex-ministro está no grupo de risco de contrair Covid-19

Ex-ministro Geddel Vieira Lima e fortuna de R$ 51 milhões em apartamento que utilizava em Salvador - Fotos: Agência Brasil e Ascom PF
O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, condenado a mais de 14 anos de prisão por roubar dinheiro público.

Toffoli determinou inclusive urgência nas providências de soltura do ex-ministro, também ex-deputado federal, em razão do risco de contágio de coronavírus.



A defesa de Geddel apresentou um teste positivo para Covid-19 do presidiário, que não foi confirmado pela contraprova, mas o presidente do STF considerou que Geddel faz parte do grupo de risco.

Geddel Vieira Lima foi preso e processado no curso de investigação que flagrou e um apartamento que ele havia alugado, em Salvador, diversas malas que somavam R$51 milhões em dinheiro vivo.

Fonte: Diário do Poder