Notícias de Última Hora

Cientista defende canibalismo como 'maneira' de salvar o planeta

A apresentação culinária controversa de Magnus Söderlund defende que comer carne humana é uma alternativa para combater mudanças climáticas

Reprodução
O cientista sueco Magnus Söderlund causou polêmica ao defender que, para conter os efeitos nocivos das mudanças climáticas, nós precisamos começar a praticar canibalismo. Obviamente ele não está se referindo ao canibalismo total como registros indicam que já foram cometidos por alguns povos antigos.

Em vez disso, ele pensa que se superarmos alguns tabus, poderemos considerar comer cadáveres humanos uma prática normal. Ele se apresentou no Gastro Summit, um programa focado em "alimentos no futuro" num canal da TV sueca.


Segundo ele, "despertar a ideia que comer carne humana deve ser discutido como uma opção futura". Seu PowerPoint tinha o título: "Você consegue imaginar comer carne humana?" E incluía tópicos como "O canibalismo é a solução para a sustentabilidade alimentar no futuro?" e "Somos nós, humanos, egoístas demais para viver de maneira sustentável?"

Ele ainda argumentou dizendo que futuras fontes de alimentos provavelmente ficarão cada vez mais escassas. Portanto, as pessoas teriam que pensar em outras opções para obter seu sustento. Além de cadáveres humanos, devem ser considerados animais de estimação e insetos como gafanhotos e minhocas.

Com informações R7